sábado, 25 de março de 2017

Aprendemos com os erros


O primeiro passo para ultrapassar um erro é perdoarmos a nós mesmos. Ou então seria pedir-mos desculpa a quem magoamos. As pessoas normalmente não se esquecem dos erros dos outros e eu não sou excepção. Costumava estar segura de mim mesma, de fazer as coisas certas e não digo criticar ou julgar, mas falar dos erros dos outros como exemplo. Hoje sou eu quem erro, não uma, não duas, mas sim imensas vezes, ao ponto de a minha palavra não valer de nada. Tenho saudades de quando era nova, da minha ignorância, dos meus valores, etc. A nossa consciência consegue matar-nos "psicologicamente". Ninguém consegue fazer-te sentir pior, senão tu mesmo. Neste momento sinto que sou uma pessoa horrível na vida amorosa. Não culpo ninguém, senão eu mesma. Eu fiz com que isto acontecesse, eu fiz porque quis. Para quem está a ler isto, quero referir que é apenas um desabafo e que reflictam no meu exemplo. Até parece que aconteceu algo muito mau, não! Mas isso não impede de me sentir mal com as minhas atitudes. Acho que isto serviu para eu não falar muito dos outros e limpar as asneiras da minha vida. Agora só resta esperar que o tempo passe e estar quieta no meu canto. Mas tenho a noção que muitas pessoas adorariam ver-me assim, mal. Enfim, asneiras são muitas e esta com certeza não será a última, mas a mesma não será cometida. E o que importa é aprender com as nossas ações.   

segunda-feira, 6 de março de 2017

Resultado de imagem para friendship tumblr


A vida está repleta de surpresas. Para muitos é sinónimo de presentes, para outros é sinónimo de partidas. A culpa não é de ninguém. Costuma-se dizer que tudo tem um propósito, uma razão de ser. Continuo a tentar perceber qual será o principal propósito de isto te ter acontecido. Parece estúpido, ou ridículo, por simplesmente ainda estar a pensar nesta situação. Afinal de contas já está tudo bem. Tudo a ir ao seu devido lugar. Mas ficou marcado.
Depois do sucedido, parece que o meu melhor amigo, aquele que eu admiro como pessoa, simplesmente hibernou. Não é cobrar, nem julgar, até porque existem coisas mais importantes que precisas de te preocupar, não condeno. Mas de um dia para o outro, fiquei sem desabafar contigo...
Também sempre ouvi dizer, que as pessoas necessitam de conversar para não explodir. Mas eu não quero falar, não acho que valha a pena dizer o que penso a pessoas "erradas". Talvez um dia vejas, que sempre estive e sempre estarei aqui para ti e me venhas falar. Afinal a vida está repleta de surpresas.

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Pro ano há mais


Este semestre melhorei as minhas notas, mas infelizmente métodos (matemática) vai ter de ficar para o ano... O que me deixa irritada é que passei de um 2 para um 1, eu sei até podem estar a pensar "que burra", mas o problema aqui é a professora. Agora devem estar a pensar "a culpa é sempre dos professores". É triste, porém é verdade, aquela professora nunca colabora com os alunos e adora chumbar, dá-lhe prazer. 
Enfim vai ter mesmo de ficar para o ano... 
É caso para dizer "pro ano há mais"

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

A vida dá imensas voltas


A vida dá imensas voltas, assim como o mundo neste preciso momento continua a girar. Num dia nascemos, noutro vivemos e por fim morremos... Costuma-se dizer que é esta a lei da natureza. No entanto, o ser humano continua a não conseguir lidar bem com isto. E eu enquanto ser humano, também não consigo. Não estou a falar de perdas físicas, mas sim espirituais/sentimentais. 
As amizades ficam para trás quando não sabemos tomar conta delas. Será que tinha de ser assim? Nunca saberei. Nem nenhum de vocês, mas se por acaso um dia consigam obter resposta, por favor digam-me, gostaria de saber. 
O mundo volta a girar, coisas boas acontecem.. dá mais uma volta e já está tudo do avesso. No entanto, continua a girar e a pôr-nos todos loucos, pena que não seja loucos uns pelos outros. 
Por fim, continuamos a olhar para o céu a ver as estrelas e a pedir desejos. E quando estes são concretizados já nós queremos outra coisa qualquer. 
No entanto, continua a girar...

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

De volta.

De volta ao continente. Desta vez, já sei o que me espera. Adorei ter ido à feira de Grândola com os melhores, foram dias fantásticos. No entanto agora aqui estou eu a entreter-me para que o tempo passe rápido. Sozinha numa casa enorme, constipada e sem sopa por perto, fico eu aqui à espera que venham me fazer companhia. Não tarda já estamos todos juntos novamente só mais uns dias. Que comece mais um semestre de farra.
PS: Até breve minha pérola do Atlântico.